DEPOIMENTO SOBRE INTERCÂMBIO DA NOSSA ALUNA JAQUELINE NA KAPLAN DE VANCOUVER

Um dos destinos mais visitados para o intercâmbio é o Canadá. Além da moeda ser mais acessível, o país também é muito multicultural e seguro. A Jaqueline da Silveira, de 23 anos, passou 6 meses estudando na Kaplan de Vancouver e nos conta um pouco da sua experiência:

Jaqueline
As paisagens no Canadá são de tirar o  fôlego

Sempre achei um máximo quem conseguia falar inglês, colocava estas pessoas acima de mim. Eu os admirava e muito. Logo o inglês passou a ser um sonho inalcançável, pois coloquei em minha mente que não era capaz de chegar no mesmo nível, mas ao  mesmo tempo idealizava o momento em que eu conseguiria assistir uma entrevista de um ídolo ou um episódio de uma série em inglês e entender minimamente o que estava se passando sem usar a legenda.

O fim da faculdade e a preocupação com o meu futuro profissional me fizeram dar conta de que precisava quebrar a barreira com o inglês. Foi ai que o inglês passou a ser uma realidade e não apenas um sonho, pois atribui um sentido a ele. E assim começa  minha história com o intercambio.

Definitivamente esta experiência como um todo foi a melhor coisa que poderia ter acontecido comigo neste momento e o mais importante: mudou a forma como eu enxergo o mundo e lido com as situações. Costumo dizer que me tornei uma versão melhor de mim. Vivenciar o intercâmbio independente do tempo, faz com que você entre em contato consigo mesmo e a partir do momento que isso acontece ocasiona uma transformação interna, dado que o intercâmbio permite que você sinta e aja diferentemente do seu habitual.

jaqueline e amigos
Ao fazer intercâmbio você conhece pessoas de vários lugares do mundo

Conteúdo relacionado que você pode gostar: Como popuar dinheiro no seu intercâmbio


Devo confessar que a princípio não foi fácil se jogar nessa experiência, uma vez que tudo estava fora na minha realidade, estava insegura e cheia de expectativas com o desconhecido. Precisei de um tempo de adaptação para entender que precisava agir,  pois tudo dependia de mim, eu estava lá por mim.  E o mais bonito foi que naturalmente as coisas foram se ajustando e começando a fazer sentido. Na segunda semana já estava adaptada com a cidade, com a nova rotina, com os novos rostos e culturas, logo comecei a mergulhar de vez nesta experiência. E aproveitei muito. 

O melhor presente que pude ganhar foram as amizades que construi, seja com brasileiros, seja com os estrangeiros, acredito que a relação com todos os meus amigos contribuíram para que tudo se torna-se mais especial e significativo.  

O contato direto com a natureza me trazia muita paz de espírito, amor, liberdade e me recarregava. Explorei muitos lugares dentro e fora de Vancouver, tive a oportunidade de conhecer cidades lindas perto de Vancouver que inclusive super recomendo todos a fazerem o mesmo, como por exemplo vistar Victoria e Wistler. Agora, uma viagem imperdível é a chamada Rocky Mountains, e foi indo para lá que pude ter contato maior com a cultura canadense. 

jaqueline

Falando em melhores recordações, não posso deixar de comentar sobre um outro presente que só estudando na Kaplan Vancouver pude realizar. Me tornei a estudante embaixadora da escola, cujo o objetivo era auxiliar os colaboradores da escola, com o que eles precisassem. No entanto, meu trabalho foi mais direto com a coordenação das atividades, sendo assim fiquei mais próxima dos estudantes e consequentemente pude praticar mais o inglês. 

Escolhi Vancouver por 3 motivos: o primeiro deles foi com relação ao tamanho da cidade e a dinâmica da mesma. Não sou uma pessoa de cidade grande, não gosto de muita agitação e tão pouco de poluição sonora. Neste ponto devo confessar que fui muito feliz, pois apesar de ser uma metrópole, Vancouver apresenta características de cidade pequena. 

O clima e suas características em determinadas estações foram meu segundo motivo. O frio de Vancouver é menos rigoroso comparando com outras cidades do Canadá . Vancouver é apelidado carinhosamente de *Raincouver*, o que significa que chove muito por lá, e a chuva é constante, mas não chega a ser tempestade. Esta característica é mais comum no outono, inverno e uma parte da primavera. Quando estive por lá, tive bastante sorte, pois foram poucos dias de chuva e muitos de sol. Já o terceiro, foi o fato de Vancouver ser uma cidade muito multicultural, o que me daria oportunidade de saber mais sobre outras culturas sem precisar sair do Canadá.

jaqueline
As atividades extra classes te ajudam a praticar o que foi aprendido na sala de aula

 

Sobre a escolha da escola, escolhi a Kaplan por ser uma das maiores e mais renomadas redes de escolas de inglês do mundo, por estar anos no mercado, o que demostra experiência, também por possuir diversidade cultural, é bem localizada e todos os professores tem um diploma (ou equivalente) a um certificado de reconhecimento de ESL.

 Hoje, depois de ter passado pela Kaplan posso dizer e reafirmar estes motivos e dizer mais. A escola apresenta um do melhores método de ensino, com bastante vocabulário, os professores são excelentes, organizados e as aulas são bem preparadas e dinâmicas. Também, eles oferecem qualquer tipo de apoio que o aluno necessitar desde assuntos relacionados a escola, quanto a passeios e dificuldades de adaptação. Além disso, eles proporcionam momentos de integração com os estudantes através de atividades externas e eventos, nestes momentos é possível ampliar a rede de amizades, conhecer outras culturas e o principal praticar o inglês. Por estas razões digo que fiz a melhor escolha e aconselho todos a fazerem parte da familia Kaplan Vancouver.

Saiba qual é o seu nível de inglês gratuitamente

Para saber qual curso se adequa melhor as suas necessidades, é importante saber qual o seu nivel de inglês.

  • Faça nosso teste online totalmente gratuito
  • O teste não demora mais que 20 minutos
  • Você pode fazer no seu computador ou smartphone
Saiba mais

Para finalizar, valeu a pena cada minuto em Vancouver e na Kaplan,  consegui atingir meus objetivos, quebrei a barreira que eu tinha com o inglês, fiz novos amigos, enfrentei meus medos e inseguranças e pude ter mais consciência de mim. Foi tão mágico esta experiência que não tive momentos difíceis, tive momentos desafiadores e passava por cada um deles com muito orgulho, faria tudo de novo sim e do mesmo jeito, pois reconheço a importância de cada momento e se hoje estou aqui no Brasil valorizando os ganhos foi devido a estas ocasiões  e como eles aconteceram. 

 

baixar brochura grátis

 

 

 

Compartilhe
Artigos Relacionados