Meu intercâmbio na Nova Zelândia

Nathaly é jornalista, mora no Rio de Janeiro e tem 25 anos. Nathaly fez intercâmbio na Nova Zelândia em Auckland por 2 meses e meio. Nós a convidamos para uma entrevista para nos contar sobre a sua experiência com a Kaplan. Ela adorou sua experiência e vem nos contar em seu depoimento: Meu intercâmbio na Nova Zelândia.

Nathaly em sua homestay

2-      Por que você decidiu estudar inglês?

Porque dominando o inglês você ganha independência. Além, de ser essencial para a minha profissão.

3-      Como você comprou seu curso com a Kaplan? Por que Kaplan?

Tudo começou com a indicação da minha agência de intercâmbio. Depois pesquisei um pouco sobre a escola e acabei simpatizando com ela.

4-      Qual curso você fez?

Fiquei na cidade de Auckland. Estudei na Kaplan de Parnell, fiz o curso de verão com duração 2 meses e meio.

5-      Por que escolheu Nova Zelândia? Qual seu lugar favorito na cidade?

Por ser um país multicultural, seguro e de língua inglesa. Além do custo benefício ser grande na época.

Eu adorava os parques, em especial o Victoria Park.  A cidade é muito bem estruturada, limpa e segura. O que eu mais gostava era a possibilidade de fazer as coisas andando ou de bike.

Acho o lugar ideal para intercambistas muito jovens que estão tendo dificuldade de conseguir liberação dos pais. É um país muito conhecido por ser multicultural e seguro.

6-      Qual seu tipo de acomodação? Conte-nos um pouco sobre sua acomodação.

No meu primeiro mês fiquei em homestay. A casa era ótima, fui bem recebida, mas não me senti 100% a vontade. Quando for para uma homestay tenha em mente que você terá que seguir as regras da casa. Como eu sou muito independente foi meio difícil me adaptar a algumas regras. Eu não renovei a homestay, acabei alugando um quarto em um prédio. Era uma espécie de residência estudantil. Eu tinha meu quarto, mas dividia as demais áreas com outras pessoas. Para os independetes é a melhor saída. Só tem que ficar alerta e conhecer bem o lugar antes de alugar.

7-      Você fez amigos? Quais nacionalidades?

Brasileiros, asiáticos, franceses, chilenos, indianos, neozelandeses, australianos.

8-      Você viajou durante seu intercâmbio? Para onde?

Sim, conheci lugares como Mount Manganui, Península de Coromandel, Piha, Bay of Island, Rotorua, Waitomo e Fiji.

9-      Você acha que essa experiência terá algum impacto em seu futuro? De qual forma?

Pode parecer exagero, mas mudou minha vida completamente. Voltei para o Brasil com uma mentalidade totalmente diferente, com um nível de inglês muito maior e muito mais independente. Depois desse intercâmbio decidi que ia tentar ao máximo dedicar minha vida ao estudo do inglês, conhecer o mundo e novas culturas. Além de ter sido ótimo para o meu currículo.

10-   Como está seu inglês? Te ajudou de alguma forna na carreira?

Não tenho dificuldade para me comunicar verbalmente em inglês. Meu maior problema é a escrita. Tanto que pretendo fazer outro intercâmbio voltado para a obtenção de algum certificado de língua inglesa, cambridge ou Ielts. Sei que nesses cursos eles dão ênfase para a gramática e escrita.

Ajudou na minha carreira e me fez querer buscar uma outra vertente da minha profissão. Por essa razão acabei pedindo demissão do meu emprego e estou em busca de algo voltado para jornalismo/viagem. Não quero ser uma jornalista que fica o dia todo em frente ao computador. Quero conhecer povos, lugares, pessoas, histórias e passar tudo isso para os meus leitores.

11-   Você recomendaria a Kaplan para amigos e estudantes?

Claro, sempre recomendo aos amigos e leitores do meu blog http://www.nathalyporai.blogspot.com.br/.

Saiba mais sobre os cursos de inglês com a Kaplan se você está pensando em fazer intercâmbio na Nova Zelândia.

Você quer saber mais sobre a opinião dos nossos estudantes que estudaram conosco na Nova Zelândia? Confira o depoimento de nosso aluno Pedro aqui.

Compartilhe