Top 10 o que fazer em Malta

Ilha de Malta | República de Malta

Localizada centralmente no Mar Mediterrâneo, a Ilha de Malta está entre os menores países da Europa e é bastante povoado. A língua nacional é o Maltês, mas a maioria das pessoas também falam inglês – língua cooficial. Por isso, grande parte dos estrangeiros além de encontrar paisagens exuberantes e o mais profundo azul do Mediterrâneo, podem praticar o inglês durante o intercâmbio com a escola Kaplan em Malta. Saiba mais sobre este país de sol o ano todo no Top 10 o que fazer em Malta.

1. Ilha de Gozo

As ilhas fazem parte do país de Malta e compõem o cenário de belas paisagens históricas e belezas naturais. A Ilha de Gozo, é a segunda maior do país e seus habitantes são conhecidos como Gozitans. O cartão-postal é o Blue Window, que mostraremos abaixo, e sua capital Victoria – uma cidade cheia de charme. Ao longo da ilha, não deixe de visitar as praias, a catedral Citadel , a basílica de St. George, Santuário Ta'Pinu e o Templo Megalítico Ggantija, Patrimônio Mundial da UNESCO.

2. Ilha de Comino

A ilha mais tranquila de Malta é habitada menos de dez pessoas atualmente, que prestam seus serviços para os turistas locais. É um lugar paradisíaco e considerada intocada, com suas águas cristalinas. Chegando na ilha, logo se vê a St. Marys Tower, construída para operar como um sistema de alerta de invasões na época. Um mergulho no Crystal Lagoon é uma ótima opção para renovar as energias. Recomenda-se levar algum lanche para este passeio, já que a ilha não tem restaurantes, somente algumas barracas na beira da praia.

3. Blue Window

Localizado na Ilha de Gozo, é impossível passar desapercebido aos olhos dos turistas. Em maltese, Tieqa Zerqa, fica próximo à Dwejra, um aldeamento que pertence à cidade de San Lawrenz. É um ótimo lugar para refletir e a admirar a perfeição da natureza. As águas que o rodeiam são perfeitas para a prática de mergulho, natação ou até um passeio de barco. Já foi cenário para alguns filmes, como Fúria de Titãs (1981), o Conde de Monte Cristo (2002) e também na famosa série Game of Thrones (2011).

4. Hipogeu de Hal-Saflieni

Esta estrutura subterrênea é o único Hipogeu pré-histórico (3300 – 3000 A.C.) conhecido no mundo e reconhecida como Patrimônio Mundial da UNESCO. No labirinto, os visitantes percorrem três níveis com salas, câmaras, tumbas e muito mais. Quem deseja viver esta experiência única, deve se preparar com antecedência para a compra do bilhete, pois o local restringe o número de visitantes ao dia.

5. Caminhar

Porque não aproveitar um passeio grátis e ainda ver o melhor que Malta tem a oferecer? O ano todo é possível fazer caminhadas seja nas belíssimas praias, como nas cidades charmosas. Aproveite para conhecer Valleta – a capital do país, considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO – Organização das Nações Unidas. O clima em Malta é agradável tanto no verão, como no inverno, com suas variações tropicais, mas foi considerado pela International Living o país com melhor clima do mundo. Então, é melhor aproveitar ao ar livre.

6. Esportes

Quem conseguiria resistir às águas transparentes de Malta? Por isso, os esportes aquáticos como o mergulho, esqui aquático, windsurf, entre outros, são uma excelente opção, tanto para iniciantes como para profissionais. O mar e terra juntos, nos convidam para uma escalada e até mesmo para caminhadas suaves. O Marsa Sports Club oferece uma infraestrutura completa para a prática de atividades, mesmo para não associados por um valor baixo.

7. Cruzeiro

Dizem que ilha só pode ser chamada de ilha se vista do mar. Pois então os cruzeiros e passeios de barco são necessários para que os turistas conheçam a ilha, de uma outra perspectiva. Não há melhor maneira de ver as mais belas paisagens do Mediterrâneo em Malta. Diversas empresas oferecem os mais variados pacotes de passeio.

8. Noite nas Ilhas

Celebrar a vida é o lema dos malteses. As noites nas ilhas são bem movimentadas, sempre com ótimas opções de clubes, bares e restaurantes. Os festivais são atrações muito procuradas, como os shows com atrações internacionais, DJ's famosos e bandas locais, atrações populares na ilha. Em Paceville, na costa perto de St. Julians, estão concentrados muitos bares e boates. Vale a pena conferir.

9. Comida Malteza

Comer também é um dos prazeres desfrutados em Malta.Com uma influência de vários países, é uma mistura eclética da cozinha mediterrânea. O destaque vai para os frutos do mar, com grandes variações de espécie da região. Vale a pena também conhecer os vinhos, cervejas e licores locais.

10. Uma viagem de 7 mil anos

O legado de mais de 7 mil anos em Malta se reflete em um lugar único, tanto na arquitetura como nas obras de arte e outras manifestações culturais. Já citamos algumas das áreas consideradas patrimônio, mas existem muitas outras obras arquitetônicas e de arte para serem exploradas. Uma visita ao Museu Nacional de Belas Artes, cujo próprio edifício já traz um pedaço da história.

Conheça a escola de inglês em Malta da Kaplan International English

Compartilhe