Quero trabalhar no meu intercâmbio

Um dos principais fatores na fórmula de sucesso do intercâmbio para aprendizado da língua inglesa é a imersão cultural. Afinal, qual melhor maneira para aprender a se comunicar em inglês, do que praticando a língua em situações do dia-a-dia, com novos amigos falantes nativos e outros estrangeiros? Além de conhecer um novo país e fazer amizade com moradores locais, essa aventura também pode incluir uma experiência profissional.

Ter a oportunidade de trabalhar durante o intercâmbio é uma valiosa ferramenta para aumentar seu vocabulário e ganhar mais confiança na comunicação em inglês. É importante ressaltar que as vagas de emprego oferecidas aos estudantes são geralmente funções básicas, como garçom, atendente de loja ou lavador de pratos. Também é necessário ter em mente que a quantidade de países que oferecem oportunidade de trabalho aos estudantes de inglês é bastante limitada e algumas regras devem ser observadas para garantir tal direito. Portanto, se esse é um fator determinante para o seu intercâmbio, é essencial se informar sobre todos os detalhes antes de escolher o seu país anfitrião. 

Todos os vistos de estudante estão disponíveis após o pagamento completo do curso e acomodação. Também é importante ressaltar que os estudantes não devem depender do trabalho que terão no seu país anfitrião para custear sua viagem, considerando que todos os estudantes devem comprovar que tem como financiar seu curso ao aplicar para o visto. A aprovação da aplicação está sujeita às regras de imigração de cada país e critérios apresentados por tais, portanto é crucial que os alunos se informem extensamente, seja buscando informações online ou se informando com agentes educacionais no Brasil.

A Kaplan está presente em três países que permitem o trabalho de estudantes de inglês: a Irlanda, a Nova Zelândia e a Austrália. Compilamos uma lista de informações que vão lhe ajudar a entender um pouco melhor como funciona o visto de trabalho para estudantes em cada um desses países.

Irlanda (À partir de 25 semanas de curso)

Dublin

Para obter o visto de estudante com permissão de trabalho, chamado de Stamp 2, os estudantes devem ingressar em um curso de inglês com duração de 25 semanas, que inclui também dois meses de férias, que podem ser utilizados a partir de 10 semanas de curso (previsto a aprovação do serviço acadêmico escolar), totalizando oito meses de programa. O visto dá direito a 20 horas de trabalho por semana no período de aulas e até 40 horas de trabalho em períodos específicos (entre os meses de junho e setembro, e também entre 15 de dezembro e 15 de janeiro).

Todo o processo de aplicação para o visto é realizado após a chegada ao país, não sendo necessário fazer nenhum cadastro prévio ao embarque. Os alunos Kaplan que escolheram Dublin como sua cidade anfitriã irão receber um visto temporário de um mês na imigração do aeroporto, e, dentro desse período, deverão providenciar todos os documentos necessários para a aplicação do visto Stamp 2, que incluem:

  • Carta comprovante da escola, estabelecendo que você está matriculado em um curso de carga horária mínima de 15 horas por semana;
  • Comprovante de seguro governamental ou médico privado de uma empresa estabelecida na Irlanda;
  • Comprovação de situação financeira (3 mil euros comprovados em extrato bancário);
  • Comprovante de endereço; 
  • O pagamento de 300 euros pelo registro do Irish Residence Permit  – IRP.

Com os documentos em mãos, o estudante deve agendar um horário para ir à imigração e solicitar o Stamp 2, que pode ser renovado até duas vezes. 

Saiba mais sobre nossos cursos em Dublin

Além de toda a orientação para a obtenção do visto de estudante com permissão de trabalho, os alunos Kaplan recebem um reforço extra na procura por emprego. Às quintas e sextas, a escola de Dublin realiza uma clínica de CV, em que os professores auxiliam os alunos a maximizar o potencial de seus currículos através de uma análise e correção de erros e adaptação da linguagem correta a ser usada no currículo.

Austrália (à partir de 14 semanas de curso)

Sydney

A Kaplan possui seis escolas espalhadas pelo país, incluindo Sydney Centre e ManlyPerthMelbourneBrisbane e Adelaide. Os alunos que escolherem estudar inglês no país (exceto inglês geral de férias) por 14 semanas ou mais, tem direito a 20 horas de trabalho semanais permitidas durante as aulas, e durante as férias podem trabalhar sem limite de horas. Os cursos de até 10 meses incluem estadia de um mês extra após a finalização das aulas, enquanto os cursos com maior duração oferecem entre dois e quatro meses a mais de estadia após a duração do curso, dependendo da data de encerramento das aulas.

A aplicação para o visto deve ser feita online, através do sistema do departamento de imigração, antes do embarque. Os documentos exigidos devem ser apresentados digitalizados e em inglês. 

Para ter direito ao visto, o estudante precisa estar matriculado em um curso registrado no CRICOS, comprovar sua situação financeira (valor mínimo de AU$1,761 para cada mês em que o aluno for viver no país) e comprovar vínculo empregatício no seu país de origem, caso exista. É importante salientar que o dinheiro deve estar em uma conta que permita a retirada imediata dos fundos, seja essa uma conta corrente ou poupança.

Saiba mais sobre nossos cursos na Austrália

A aplicação para o visto deve ser feita com pelo menos 60 dias úteis antes do embarque. A lista de documentos que deve ser apresentada varia de acordo com cada curso, mas geralmente inclui:

  • Cópia colorida de documentos de identidade (RG ou CNH e passaporte); 
  • CoE (Confirmação de Matrícula), fornecido pela sua agência após pagamento integral do curso;
  • OSHC (seguro de saúde australiano), fornecido pela sua agência após pagamento integral do curso;
  • Documentos para comprovar suporte financeiro, que podem ser: carta do responsável com firma reconhecida informando que irá providenciar suporte, imposto de renda completo ou holerites e extratos bancários dos últimos 03 meses.

Conteúdo relacionado:

Clubes de trabalho da Kaplan- Aulas extras para te ajudar a conseguir um emprego

Quanto tempo vou demorar para aprender inglês? 


 

Nova Zelândia (à partir de 14 semanas)

Auckland

Os estudantes que optarem pela nossa escola em Auckland podem ficar tranquilos, pois a Kaplan é uma das escolas registradas e certificadas pelas autoridades neozelandesas na categoria 1, portanto nossos alunos matriculados em um curso de período integral (mínimo de 20 horas de estudo por semana) com pelo menos 14 semanas, podem aplicar para o visto de estudante com permissão de trabalho.

A aplicação do visto é feita online, previamente ao embarque, mediante o pagamento de NZD 230 (mais taxas adicionais). O visto tem duração proporcional ao curso, ou seja, caso você tenha se matriculado em um curso de seis meses, seu visto terá seis meses de duração. 

Segundo as regras atuais, os estudantes brasileiros tem permissão para trabalhar 20 horas semanais durante sua estadia na Nova Zelândia, e caso seu curso tenha mais de 12 meses, é permitido trabalho em período integral durante as férias do curso.

A documentação para aplicar para o visto de estudante para cursos acima de três meses inclui:

  • Passaporte (válido até no mínimo três meses após a data de saída da Nova Zelândia);
  • Uma foto 3x4 recente;
  • Formulário de comprovação financeira, assinado pela pessoa que estiver financiando o curso e pelo gerente de seu banco;
  • Recibo da escola comprovando pagamento integral do curso;
  • Comprovação financeira através de 6 extratos bancários, referente a seis meses anteriores à aplicação do visto, que comprovem NZD 1,250 para cada mês de permanência na Nova Zelândia;
  • Exame médico (apenas necessário para quem for permanecer na Nova Zelândia por mais do que 6 meses). 

Saiba mais sobre nossos cursos em Auckland

É importante salientar que os formulários médicos devem ser preenchidos por um médico credenciado pela Imigração da Nova Zelândia. Também note que todos os documentos que não estiverem em inglês (exceto documentos relacionados à comprovação financeira) deverão ser apresentados junto com uma tradução juramentada. A renovação do visto neozelandês deve ser feita no posto de imigração mais próximo, não sendo necessário sair do país para fazer a aplicação. 

Links úteis:

Baixe nossa brochura gratuitamente

Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades

Os alunos Kaplan que escolheram como destino a Austrália ou a Nova Zelândia também vão contar com a ajuda das escolas na hora de arrumar um emprego. O Job Club é um clube semanal oferecido aos estudantes que se qualificam para trabalhar durante o intercâmbio, e o mesmo foi desenvolvido para dar aos alunos uma chance de praticar as habilidades necessárias para se dar bem nas entrevistas e montar um CV poderoso. Alguns dos assuntos tratados a cada sexta-feira no clube são: linguagem e estilo para escrever um CV, técnicas para entrevista e desenvolvimento das habilidades na procura de emprego.

  Saiba mais sobre os clubes extras da Kaplan

Também é extremamente importante salientar que os alunos devem manter-se informado sobre a atualização das regras vigentes, assim recomendamos que todos os estudantes consultem diretamente a embaixada do país relevante para a obtenção de informações oficiais atualizadas.

 

 

baixar brochura grátis

Compartilhe
Artigos Relacionados